Domingo, 14 de Julho de 2024
Publicidade

Alfabetiza Piauí supera 10 mil matrículas e Seduc realiza “Dia D” nesta quinta-feira (11)

O programa tem por objetivo devolver à sala de aula jovens, adultos e idosos que não foram alfabetizados anteriormente.

08/07/2024 às 14h23
Por: Victor Leal Fonte: Secom Piauí
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí

O programa Alfabetiza Piauí, iniciativa do Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), superou a marca de 10 mil matrículas realizadas, um mês após o seu lançamento. O programa tem por objetivo devolver à sala de aula jovens, adultos e idosos que não foram alfabetizados anteriormente. 

A meta do Governo do Estado é retirar 100 mil piauienses do analfabetismo até 2026.  O governador Rafael Fonteles revelou que o desejo é levar o Piauí à primeira posição do Nordeste até o fim do prazo. “Na minha gestão, a meta é chegarmos a 100 mil pessoas alfabetizadas e, consequentemente, alcançarmos o melhor indicador do Nordeste do Brasil. Estamos confiantes de que o objetivo será alcançado”, afirmou o governador.

Foto: Reprodução/Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí

Dia D

Nesta quinta-feira (11), a Seduc irá realizar o “Dia D” do Alfabetiza Piauí, com a realização de ações de busca ativa em todos os 224 municípios piauienses. O intuito é mobilizar todas as Gerências Regionais de Educação (GREs) para alcançar a meta de doze mil e quinhentas matrículas efetivadas, para o primeiro quadrimestre do programa. 

“Vamos mobilizar os gestores das 255 Escolas Seduc que ofertam a Educação de Jovens e Adultos (EJA) em um trabalho conjunto para impulsionar as matrículas de piauienses, com idade igual ou superior a 15 anos que não foram alfabetizados na idade certa, no Alfabetiza Piauí. O programa é uma iniciativa transformadora e irá mudar, de uma vez por todas, o patamar educacional do Piauí", explicou o secretário de Educação, Washington Bandeira.

Foto: Reprodução/Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí

Os interessados em aderir ao projeto podem se dirigir a um dos pontos de matrícula ou a uma unidade da rede estadual de ensino com oferta do EJA, portando o documento de identidade, o CPF e o comprovante de residência.

O programa oferece uma bolsa de R$ 600,00 (dividida em 3 parcelas de R$ 200,00) para incentivar a participação e a permanência nas aulas. O pagamento ocorrerá em três fases:

O primeiro repasse acontecerá após a confirmação da matrícula;

O segundo repasse será após três meses de aulas, mediante comprovação de frequência mínima de 75% e participação nos testes;

O terceiro repasse será concedido após a certificação do estudante alfabetizado e sua matrícula na etapa seguinte da EJA Seduc, completando o valor de R$ 600,00.

Em sua primeira etapa, o Alfabetiza Piauí oferece aulas presenciais em 510 turmas, com carga horária de 300 horas e duração de até seis meses. A metodologia será focada na alfabetização inicial, de forma interdisciplinar em seus componentes curriculares, priorizando as disciplinas de Língua Portuguesa e noções básicas de Matemática.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários