Domingo, 14 de Julho de 2024
Publicidade

Opera Paraíba realiza 30 cirurgias de mastologia no Hospital Regional de Picuí

Em uma iniciativa inédita e histórica, o programa Opera Paraíba – implantado pelo Governo do Estado para facilitar o acesso da população às cirurgi...

21/06/2024 às 16h35
Por: Victor Leal Fonte: Secom Paraíba
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba

Em uma iniciativa inédita e histórica, o programa Opera Paraíba – implantado pelo Governo do Estado para facilitar o acesso da população às cirurgias eletivas – realizou cerca de 30 procedimentos cirúrgicos de mastologia no Hospital Regional de Picuí, beneficiando mulheres de várias regiões do estado. Este esforço representa um marco significativo no cuidado com a saúde feminina, especialmente na detecção e tratamento de nódulos mamários.

A médica Cristiane S. Araújo, mastologista responsável pelas cirurgias, destacou a importância dessa ação: "Faz 24 anos que atuo na área de mastologia e nunca havia conseguido reunir tantas mulheres para procedimentos cirúrgicos de uma só vez. Este é um avanço enorme para a saúde da mulher na Paraíba". Segundo ela, muitas pacientes estavam na fila de espera há anos, algumas até precisando recorrer a empréstimos para custear os tratamentos necessários.

Vilma Cristina de Melo, 44 anos, moradora de Frei Martinho, é uma das beneficiadas. Mãe de dois filhos e trabalhadora doméstica, Vilma descobriu o nódulo por meio de uma mamografia. Após a avaliação da médica, foi encaminhada para uma biópsia particular. "Engravidei dois anos depois e não pude fazer a cirurgia, mas graças a Deus consegui fazer agora pelo Opera Paraíba", relata Vilma, aliviada por finalmente ter acesso ao tratamento.

Maria Gerlanza Avelino André, de 35 anos e mãe de quatro filhos, também foi contemplada. Residente de São Vicente do Seridó, ela soube da necessidade de cirurgia após um ultrassom. "Fiquei preocupada, pois há casos de câncer na minha família. Felizmente, após a biópsia, soube que era benigno, mas ainda assim precisava operar. Consegui pelo programa Opera Paraíba e estou aliviada por poder seguir com minha vida sem essa preocupação", compartilha Maria.

A médica Cristiane explicou que as pacientes passaram por uma série de exames pré-operatórios, incluindo exames de sangue e cardíacos, para garantir a aptidão para a cirurgia. "A maioria dos procedimentos cirúrgicos são rápidos, durando entre 10 a 15 minutos, dependendo da complexidade dos nódulos. As pacientes não precisam ficar internadas; realizam a cirurgia e seguem para a recuperação em casa com todas as orientações necessárias", detalha a mastologista.

Outra beneficiada, Maria Zita, de 46 anos, agricultora de Barra de Santana, expressa sua gratidão: "Descobri o nódulo durante uma consulta anual. Fui encaminhada para a Dra. Cristiane e, graças ao Opera Paraíba, estou aqui para a cirurgia. Estou muito feliz por ter descoberto a tempo e por poder me cuidar. Esse programa é uma bênção e não pode parar por aqui".

A jovem Maria Eduarda Santos Oliveira, de 21 anos, estudante de Nova Floresta, também compartilhou sua experiência: "Sempre acompanhei minha saúde de perto. Quando senti algo, corri para fazer o acompanhamento com a mastologista. Minha família já participou do programa e agora é minha vez. A expectativa depois da cirurgia é de uma vida nova e saudável".

A realização das cirurgias de mastologia realizadas pelo Opera Paraíba no Hospital Regional de Picuí é um exemplo inspirador de como iniciativas governamentais podem transformar vidas. "O Governo do Estado está dando um passo muito grande em relação à saúde da mulher. Esta ação não só trata dos nódulos palpáveis, mas também dos não palpáveis, que precisam de marcação prévia. Estamos avançando na detecção precoce e na cura do câncer de mama", finalizou a mastologista Cristiane, com a certeza de que esta ação pioneira já é um compromisso do Governo do Estado com a saúde feminina.

Desde 2019, o Programa Opera Paraíba já levou mais de 100 mil procedimentos de média e alta complexidade para o interior do estado. Para ser contemplado pelo programa, os usuários devem fazer a solicitação por meio da secretaria de Saúde de seu município ou realizar o cadastro no site operaparaiba.pb.gov.br, preenchendo os dados pessoais, comprovante de residência e anexando exames e laudos médicos.

Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários