Domingo, 14 de Julho de 2024
Publicidade

Críticas de Ronaldinho Gaúcho à Seleção Brasileira eram, na verdade, jogada de Marketing

Patrocinadora oficial da Copa América, marca da Unilever escalou o craque para uma campanha desenvolvida para causar inquietação nos torcedores brasileiros

19/06/2024 às 14h44 Atualizada em 19/06/2024 às 14h50
Por: Victor Leal
Compartilhe:
Críticas de Ronaldinho Gaúcho à Seleção Brasileira eram, na verdade, jogada de Marketing

No último fim de semana, Ronaldinho Gaúcho voltou a “driblar”, mas desta vez no campo do marketing. Protagonizando a ação "Torcida Que Não Abandona", da Rexona, o ex-jogador causou um verdadeiro alvoroço nas redes sociais ao "criticar" os jogadores da Seleção Brasileira, que se preparam para a Copa América USA 2024.

Uma Jogada Estratégica de Marketing

A campanha, criada pela Speakeasy Estratégia e Comunicação, teve como objetivo criar uma inquietação coletiva sobre o crescente movimento de abandono da torcida à Seleção Brasileira. Poliana Sousa, Gerente Geral de Cuidados Pessoais da Unilever Brasil, explicou que a ação visa exaltar a importância da confiança da torcida, destacando que a energia positiva dos fãs se transforma em raça dentro de campo.

 

Confira: Link

 

Repercussão Imediata

As críticas de Ronaldinho pegaram de surpresa tanto o universo esportivo quanto os torcedores. Na sexta-feira, 14 de junho, a internet foi tomada pela repercussão das declarações do craque ao YouTuber Cartolouco. Ronaldinho afirmou que a atual Seleção é "um dos piores times dos últimos anos", criticando a falta de líderes e a aparente ausência de "amor à camisa, garra e futebol".

A declaração de que ele não assistiria a nenhum jogo da Seleção durante a Copa América causou um mal-estar significativo, chegando rapidamente ao núcleo da CBF e sendo comentada pelos jogadores, inclusive o atacante Raphinha, do Barcelona, que expressou sua surpresa e discordância, mas suspeitou que as falas pudessem fazer parte de uma campanha.

O Esclarecimento

No sábado, 16 de junho, Ronaldinho voltou a falar, desta vez em entrevista ao YouTuber Fred Desimpedidos. Ele esclareceu que suas críticas eram uma representação das opiniões de muitos torcedores que deixaram de apoiar a Seleção. Ronaldinho convidou os fãs a se colocarem no lugar dos jogadores e refletirem sobre como críticas pesadas podem afetar o moral da equipe. Ele destacou a importância do apoio dos torcedores para o desempenho dos jogadores em campo.

Confira: Link 

 

Efeitos Colaterais

Entretanto, a campanha parece ter gerado um efeito contrário ao esperado. Em vez de mobilizar os torcedores a apoiar a Seleção, as críticas de Ronaldinho foram amplamente apoiadas por outros atletas e fãs, incluindo figuras importantes como Romário, que argumentaram que Ronaldinho vocalizou o que muitos pensam.

Preparação para a Copa América

A Seleção Brasileira está prestes a estrear na Copa América, enfrentando a Costa Rica na próxima segunda-feira, 24 de junho. A campanha de Ronaldinho, embora controversa, trouxe à tona discussões sobre o apoio à Seleção e o papel da torcida no desempenho dos jogadores.

Com a ação de marketing, a Rexona e Ronaldinho Gaúcho conseguiram não apenas captar a atenção do público, mas também reacender o debate sobre o amor e a lealdade à Seleção Brasileira em tempos de desafio e mudança.

Fonte: Meio e Mensagem

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários